.
.

A Natureza EXIGE o nosso respeito!


.

Olhar a Natureza!

.

Ser Amigo...

.

Um dia alguém escreveu:
- Se tivesse um milhão de amigos e pedisse a cada um uma moeda, poderia ser milionário.
- Se tivesse 500 mil amigos pediria para darmos as mãos e unirmos o país.
- Se tivesse 200 mil amigos fundaria uma cidade onde todos se saudassem com um sorriso.
- Se tivesse 25 mil amigos a empresa de telefones cortaria a minha linha cada vez que fizesse anos.
- Se tivesse 6 mil amigos gostaria de ter 6 mil afilhados.
- Se tivesse mil amigos teria duas mil mãos só para mim.
- Se tivesse 365 amigos passaria cada dia do ano com um deles.
- Se tivesse 100 amigos teria 100 conselhos.
- Se tivesse 4 amigos teria asseguradas as 4 pessoas que carregariam o meu caixão.
- Se tivesse 2 amigos seria 2 vezes mais feliz.
- Mas, se tivesse 1 amigo (e tenho), não precisaria de ter mais.
.
“Amigos são os que nos momentos bons aparecem se os chamarmos e nos maus… simplesmente aparecem”
.

25 de Abril - 36 Anos Depois


.

Bom Fim-de-Semana!

Pelo Nosso Planeta...


Criado pelo senador norte-americano Gaylord Neson, o que começou em 1970 como um protesto nacional contra a poluição, é assinalado à escala mundial, com iniciativas centradas na preservação do Planeta e na importância da reciclagem.

Infelizmente, o Dia da Terra e a ameaça real à sobrevivência da espécie humana passa, ainda, quase despercebido em Portugal!...

Recordação de Infância

Sei um ninho.

E o ninho tem um ovo.
E o ovo, redondinho,
Tem lá dentro um passarinho
Novo.

Mas escusam de me atentar:
Nem o tiro, nem o ensino.
Quero ser um bom menino
E guardar
Este segredo comigo.
E ter depois um amigo
Que faça o pino
A voar...
.
(poema Sei Um Ninho, Miguel Torga)
.

Olhar a Natureza!

.

Tema de Fundo

O Nosso Tempo Livre...


ENA!

Em Chicago, um indivíduo recusou a oferta de um milhão de dólares por uma invenção que tinha realizado nas suas horas livres.

ISTO INTERESSA...

O que vou dizer tem interesse porque mostra as possibilidades que o vosso tempo livre vos oferece. Já pensaram que a maior parte das chamadas grandes mulheres e dos chamados grandes homens levaram a cabo os seus empreendimentos mais árduos, não no decurso das suas ocupações obrigatórias, mas durante as horas de que dispunham depois do trabalho?

POR EXEMPLO...


Um jovem lenhador, extenuado pela fadiga, debruçava-se todas as noites sobre os livros, à luz de uma vela ou aproveitando o resplendor do fogo caseiro. Isto era feito depois da sua jornada de trabalho. Deste modo, preparou-se para as grandes tarefas que o futuro lhe reservava. Podemos hoje afirmar que Lincoln, sozinho e durante as suas horas livres, construía o caminho da sua imortalidade.

Um telegrafista mal pago e cheio de trabalho roubava quantas horas podia ao sono e ao divertimento, para tornar realidade os seus sonhos fantásticos, em que punha uma inacreditável fé. Hoje, o mundo inteiro beneficia das descobertas que Edison levou a cabo no seu tempo livre.

Um pobre professor, ínfimo elemento de um obscuro colégio, conseguia evadir-se das monótonas e tristes responsabilidades, que odiava, aproveitando o tempo de que dispunha, para trabalhar no seu projecto, aparentemente sem sentido, por se basear num artefacto sem pés nem cabeça. Apesar dos risos e dichotes dos seus colegas, inventou o telefone no seu tempo livre.

DE HARMONIA COM O QUE ACABÁMOS DE EXPOR...

Também vocês dispõem de tempo livre. Aquele que declara "eu faria muitas coisas, se tivesse possibilidade" não alcançará nunca resultados positivos, nem que dispusesse de milhares de anos para se dedicar a elas. Temos sempre tempo, tempo disponível, de que nos podemos servir, desde que haja vontade para o fazer.

(Transcrição de uma exposição de Bruce Barton, que se propõe convencer um auditório de gente jovem a empregar o tempo livre de maneira construtiva - reproduzida da revista The American Magazine).

1 Minuto de Reflexão


"Lembre-se que se não conseguir o que quer, nalgumas vezes é um grande acontecimento de sorte."



Bom Fim-de-Semana!


Existe somente uma idade para a gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente
chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa.
.
(Autor desconhecido)
.

Olhar a Natureza!

.

Campanha Contra o Racismo


.

1 Minuto de Reflexão


Passe algum tempo sozinho, todos os dias!



Bom Fim-de-Semana!



8 Abril - Dia Internacional do Cigano

.
Contra a Exclusão Social
.

Sinais dos Tempos


1. Envia um e-mail ou usa o Messenger para conversar com a pessoa que trabalha na mesa ao seu lado?

2. Usa o telemóvel na garagem de casa para pedir a alguém que ajude a levar as compras?

3. Esquecendo o telemóvel em casa (coisa que não tinha há 10 anos atrás), fica apavorado e volta para buscá-lo?

4. Levanta-se pela manhã e quase que liga o computador antes de tomar o café?

5. Conhece o significado de tb, qd, cmg, mm, dps, k,...?

6. Não sabe o preço de um envelope comum?

7. A maioria das piadas que conhece, recebeu por e-mail (e ainda por cima ri sozinho...)?

8. Diz o nome da sua empresa quando atende o telefone em sua própria casa (ou até mesmo o telemóvel!!)?

9. Digita o '0' para telefonar de sua casa?

10. Vai para o trabalho quando está a amanhecer, volta para casa quando anoitece?

11. Quando o seu computador pára de funcionar, parece que foi o seu coração que parou?
.

São os sinais dos novos tempos - a Tecnodependência.
.

Estamos na PÁSCOA...


"Porque choras?" Diante do túmulo vazio, o Senhor Ressuscitado dirige-se a Maria Madalena com esta pergunta. Não é uma simples questão de Alguém que não sabe o que aconteceu... mas sim, o encontro do Ressuscitado com esta mulher, que transforma os seus medos, a sua dor, numa paz incrivelmente profunda e alegria contagiante. Na pessoa de Maria Madalena, está cada um de nós, os nossos temores, os nossos momentos de tristeza, de dúvida, de insegurança... Também a nós, Ele pergunta "Porque choras?" O que respondemos?! Ficamos emudecidos e extasiados perante a loucura do Seu Amor, que não hesitou em sofrer e morrer... e que agora está Vivo! Aumenta a nossa fé, para que nos momentos mais escuros, tenhamos a capacidade de escutar a Tua voz que ternamente nos segreda "Porque choras?". E então, vamos perceber que as nossas lágrimas já não fazem sentido porque Tu estás Vivo e prometeste estar connosco até ao fim, dando-nos "de graça a Tua Graça"!

(Elisabete Puga)



PÁSCOA FELIZ PARA TODOS!

Bom Fim-de-Semana!


Tira a mão do queixo, não penses mais nisso
O que lá vai já deu o que tinha a dar
Quem ganhou, ganhou e usou-se disso
Quem perdeu há-de ter mais cartas para dar
E enquanto alguns fazem figura
Outros sucumbem à batota
Chega aonde tu quiseres
Mas goza bem a tua rota
.
Enquanto houver estrada para andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada para andar
Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar
.
Todos nós pagamos por tudo o que usamos
O sistema é antigo e não poupa ninguém
Somos todos escravos do que precisamos
Reduz as necessidades se queres passar bem
Que a dependência é uma besta
Que dá cabo do desejo
E a liberdade é uma maluca
Que sabe quanto vale um beijo.
.
(A Gente Vai Continuar, Jorge Palma)
.

.
As imagens que ilustram os textos publicados neste blogue são seleccionadas, aleatoriamente, através do motor de busca Google. Agradecemos aos respectivos autores o enriquecimento visual que os seus trabalhos proporcionam e, se não divulgamos a sua origem é porque, na maioria dos casos, a mesma é, para nós, desconhecida. Para salvaguarda dos direitos de autor, estamos à inteira disposição dos eventuais lesados, para revelar a identidade do criador das fotos e/ou desenhos publicados. Observador@
.