.
.

Dia de Todos os Santos - RENASCER

Morte,
Apenas a hora do limite.
Mas não a hora da finitude.
Não é a vida que se demite:
Adquire apenas outra amplitude!
Amplitude que liga a terra ao céu
No corpo, sem vida, que jaz
Prisioneiro da terra que o desfaz!
Ali, prisioneiro, inerte,
À espera da Palavra que o liberte
Do tempo e da história…
À espera da Palavra-Vitória!
Eu quero apenas dizer,
À espera, sempre à espera
Desta Primavera
Que não morreu e vai renascer!

(Teófilo Minga)
.

0 observações:

Enviar um comentário

.
As imagens que ilustram os textos publicados neste blogue são seleccionadas, aleatoriamente, através do motor de busca Google. Agradecemos aos respectivos autores o enriquecimento visual que os seus trabalhos proporcionam e, se não divulgamos a sua origem é porque, na maioria dos casos, a mesma é, para nós, desconhecida. Para salvaguarda dos direitos de autor, estamos à inteira disposição dos eventuais lesados, para revelar a identidade do criador das fotos e/ou desenhos publicados. Observador@
.