.
.

Ele/a e Eu... não é estranho?

"Quando ele/a não acaba o seu trabalho, digo: é preguiçoso/a!
Quando eu não acabo o meu trabalho, digo: estou muito ocupado/a!

Quando ele/a fala de alguém, é maledicência.
Quando eu falo de alguém, é crítica construtiva.

Quando ele/a mantém o seu ponto de vista, é teimoso/a.
Quando eu mantenho o meu ponto de vista, sou firme.

Quando ele/a não me fala, é uma afronta.
Quando eu não lhe falo, é simples esquecimento.

Quando ele/a demora muito tempo a fazer qualquer coisa, é lento/a.
Quando eu demoro muito tempo a fazer qualquer coisa, sou cuidadoso/a.

Quando ele/a é amável, tem uma segunda intenção.
Quando eu sou amável, é porque sou virtuoso/a.

Quando ele/a vê dois aspectos de uma questão, é oportunista.
Quando eu vejo os dois aspectos de uma questão, sou largo/a de espírito.

Quando ele/a é rápido/a a fazer qualquer coisa, é descuidado/a.
Quando eu sou rápido/a a fazer qualquer coisa, sou hábil.

Quando ele/a faz qualquer coisa sem lhe pedirem, mete-se no que não lhe diz respeito.
Quando eu faço alguma coisa sem que mo peçam, tenho iniciativa.

Quando ele/a defende os seus direitos, tem mau feitio.
Quando eu defendo os meus direitos, mostro que tenho carácter."


SIM... É MUITO ESTRANHO!!
(Y. Blondel)

0 observações:

Enviar um comentário

.
As imagens que ilustram os textos publicados neste blogue são seleccionadas, aleatoriamente, através do motor de busca Google. Agradecemos aos respectivos autores o enriquecimento visual que os seus trabalhos proporcionam e, se não divulgamos a sua origem é porque, na maioria dos casos, a mesma é, para nós, desconhecida. Para salvaguarda dos direitos de autor, estamos à inteira disposição dos eventuais lesados, para revelar a identidade do criador das fotos e/ou desenhos publicados. Observador@
.