.
.

Cultivar o Amor

A mãe caminhava ao longo da praia com o seu menino. Inesperadamente o filho fez uma pergunta atrevida e ousada, que quase deixou a mamã sem palavras:
- Como se faz para manter o amor sempre vivo?
Fixando os olhos no seu filhote, a mãe respondeu:
- Agarra num pouco de areia e aperta-a bem dentro da tua mão.
O menino fez como a mãe lhe mandou, mas reparou que quanto mais apertava a areia na sua mão, mais depressa este se lhe escapava por entre os dedos.
- Mamã, a areia foge toda da minha mão!
- Eu sei. Agora abre a mão o mais que puderes.
O menino obedeceu, mas uma rajada de vento fez desaparecer da mão a areia que ainda restava.
- Mamã, nem assim a consigo segurar!
Com um sorriso aberto, disse-lhe a mãe:
- Agora apanha novamente um pouco de areia e mantém a mão aberta como se fosse uma concha. Suficientemente fechada para a proteger e aberta o necessário para a liberdade.
O menino experimentou de novo e a areia não lhe fugiu da mão, nem o vento a levou.
- É assim que se faz durar o amor!
.

0 observações:

Enviar um comentário

.
As imagens que ilustram os textos publicados neste blogue são seleccionadas, aleatoriamente, através do motor de busca Google. Agradecemos aos respectivos autores o enriquecimento visual que os seus trabalhos proporcionam e, se não divulgamos a sua origem é porque, na maioria dos casos, a mesma é, para nós, desconhecida. Para salvaguarda dos direitos de autor, estamos à inteira disposição dos eventuais lesados, para revelar a identidade do criador das fotos e/ou desenhos publicados. Observador@
.