.
.

Mudar de Agenda


Agora reconheço que “em cada cinco anos” mudamos de Alma em grande parte! Creio nunca ter experimentado, como nesta manhã, o que significa a passagem do tempo pela vida humana! Coisas que há cinco anos me pareceram eternas, já não passam de recordações mais ou menos vagas… "Dores" que pareciam incuráveis, hoje fazem-me sorrir e perceber que eram preciosas para eu poder crescer…
Mudar de agenda é um bom exercício de humildade e de reflexão que nos leva a pôr em surdina muitos dos nossos radicalismos!... Mas claro, não é nada fácil! Recordo que, por vezes, me irritavam os conselhos daqueles que me diziam que esperasse, que as minhas angústias ou as minhas inquietações o tempo as havia de amortecer! Hoje descubro que assim é, de facto, é absolutamente verdade… e assim deverá ser!
Sei que ao mudar de agenda vou sentir-me como que perdida, receosa… mas também esperançosa… porque é como se quisesse, em cada tentativa de mudança, deixar para trás parte de uma pessoa que eu fui, menos boa… Desejo sempre cortar certas amarras que em nada me auxiliam a evoluir como Ser Humano!
Hoje, ao despertar, vi o sol já alto e ele repreendeu-me!
Eu respondi-lhe: “Não grites comigo… Bem sei que posso ser sempre um dos teus raios!” (Sonhei com certeza… um Sonho bem revelador!)
A energia serve de muito pouco se não se dinamiza! Sei que é fundamental dinamizar todas as minhas potencialidades! E… simplesmente não fazer nada de mal não me transforma em alguém bom! Bom é quem positivamente faz bem o que tem de fazer!
É muito frequente abstermo-nos de fazer ou dizer, para não complicar a vida. E isso é justo e lógico quando não temos obrigação de fazer ou dizer. Mas há momentos ou ocasiões em que o não fazer ou não dizer pode constituir um grande mal!
É por isso que desejo frequentemente uma relação gratificante com o Outro, porque, muitas vezes, sinto deficiências em mim mesma e, para que não sejam tão dolorosas, preciso apoiar-me no outro que me é próximo… Ou, por vezes, sou ávida por preencher essas lacunas com algo verdadeiramente harmonioso e belo! Procuro, na realidade, nas pessoas que para mim são significativas, a ajuda de que necessito para chegar a realizar esse “eu” ideal que inconscientemente sonho constantemente!
Mas… afinal… se Eu e todos Nós voltássemos o olhar para dentro de nós, veríamos que o que aspiramos chegar a ser, já O Somos… mas não o vivemos! Limitamo-nos, na relação com os outros que nos rodeiam, a esperar, acima de tudo, que reconheçam as nossas qualidades e o nosso valor… Quando o importante é, então, conhecer a riqueza, a energia, o amor, a inteligência que somos no fundo de nós próprios… e exprimir e pôr ao serviço a nossa essência, ao longo da nossa existência… em cada Dia que passa!
Não quero chegar à velhice sem ter percebido o quão teimosamente lutaram as minhas asas para sair debaixo das omoplatas, mas que morreram como ramos secos, ou porque a realidade as podou, ou porque não me preocupei em cultivá-las!...

2 observações:

  1. Anónimo disse...

    Revejo-me centenas de vezes neste "Mudar de Agenda" e tocou-me as últimas palavras deste texto. Vim agradecer. Sinto-me mais optimista.

  2. observador@ disse...

    Que bom "Anónimo"! Muito gratificantes as suas palavras! Seja sempre muito bem-vindo/a!!

Enviar um comentário

.
As imagens que ilustram os textos publicados neste blogue são seleccionadas, aleatoriamente, através do motor de busca Google. Agradecemos aos respectivos autores o enriquecimento visual que os seus trabalhos proporcionam e, se não divulgamos a sua origem é porque, na maioria dos casos, a mesma é, para nós, desconhecida. Para salvaguarda dos direitos de autor, estamos à inteira disposição dos eventuais lesados, para revelar a identidade do criador das fotos e/ou desenhos publicados. Observador@
.