.
.

Sem Perda de Tempo...


Lemos algures...

"Tenho ganas de descer à esquina, estender a mão, e mendigar aos que passam: Dêem-me, por favor, um quarto de hora!"
(Kazantzaki)

Diariamente, quantos quartos de hora perdemos nós em ninharias?!

Estaremos nós, por vezes, como que anestesiados?!

Necessitamos mesmo de mendigar tempo aos outros?!

Quem nos responde??

1 observações:

  1. Idealista disse...

    Olá! Adoraria poder responder a essas questões... e precisava, igualmente, de obter respostas!!!
    Todos os anos, quando se dá a passagem do dia 31 de Dez para o dia 1 de um novo ano, tenho sempre a tendência espontânea (certamente como todos nós) de fazer, juntamente, planos de vida, desejar melhorar em todos os aspectos, enfim, penso mudar as coisas, seguir outro caminho. Mas, mais um ano a passar e continua tudo igual Continuo afinal a perder quartos de hora em ninharias, como dizem no vosso post. Mas eu não necessito de mendigar tempo aos outros e sim uma "receita" para ganhar muitos quartos de horas recheados de sucesso, alegrias e energia.
    Já agora, alguém me dá umas dicaszitas? ;)

Enviar um comentário

.
As imagens que ilustram os textos publicados neste blogue são seleccionadas, aleatoriamente, através do motor de busca Google. Agradecemos aos respectivos autores o enriquecimento visual que os seus trabalhos proporcionam e, se não divulgamos a sua origem é porque, na maioria dos casos, a mesma é, para nós, desconhecida. Para salvaguarda dos direitos de autor, estamos à inteira disposição dos eventuais lesados, para revelar a identidade do criador das fotos e/ou desenhos publicados. Observador@
.